Nossa missão é fomentar e apoiar o maior número possível de iniciativas de mulheres  negras, a fim de possibilitar a independência financeira, emocional e emancipação política destas mulheres.

O Fundo Agbara é uma organização antirracista sem fins lucrativos gerida por mulheres negras que fomenta outras iniciativas de mulheres negras de todo o Brasil.

Fundos Filantrópicos solidários surgem como resposta a falta de políticas públicas direcionadas ao fortalecimento comunitário e autonomia de mulheres negras.

O Agbara atua atendendo as mulheres inscritas no projeto através de três frentes:

Através do aporte financeiro destinado às iniciativas de mulheres negras contempladas.
Assessorias prestadas às mulheres inscritas - exemplo: Assessorias para criação de logotipo, criação de marca, plano de negócios, entre outras diversas; auxílio para escoamento de sua produção, como a criação do catálogo de produtos lançado em Dezembro/2020.
Formações ( qualificação profissional e formação politica, capacitação para o mercado de trabalho.

Nossos Valores

O Fundo Agbara tem como valores centrais a equidade racial e o comprometimento com a luta antirracista, a coletividade, a solidariedade, transparência, valorização da cultura afrobrasileira  e o compromisso com a educação e com a diversidade.

Por que realizar uma doação antirracista?

Ser uma pessoa doadora é firmar um compromisso real e efetivo com a luta antirracista!
Se você acredita na equidade racial e de gênero, se tem desejo de colaborar com a transformação da sociedade, a doação é uma das formas de sua contribuição para esta transformação.

Autoresponsabilidade é também Ação

Resultados de 2020

0
Mulheres Beneficiadas
0
Doadores Fixos
R$
0
Arrecadação
0
Cursos Oferecidos

Angela Davis

Pessoas doadoras se inscrevem no projeto e passam a doar de forma fixa, por um período mínimo de 12 meses, a quantia mínima de R$20,00, entre os dias 30 e 12 de cada mês.
Após este período de arrecadação, serão selecionadas, através de um banco de inscrições, mulheres negras ou indígenas que tenham pequenos projetos de empreendimento e sejam residentes das cidades de Campinas, Hortolândia, Sumaré, Americana e Paulínia para receber o fomento em dinheiro. As contemplações às mulheres serão feitas a no mínimo três mulheres todo mês com valores de R$600 a R$900.
As mulheres negras ou indígenas inscritas em nosso Projeto serão avaliadas pelas coordenadoras do Fundo Agbara de acordo com os seguintes critérios: renda, número de dependentes, viabilidade do projeto, alcance do projeto, vulnerabilidade.
Após o período da contemplação, ocorre a prestação contas de todos os valores para os colaboradores. Também promovemos eventualmente sorteios de produtos e gincanas entre nossos colaboradores fixos mensais. Além de contribuir com um Projeto Social incrível, você ainda terá a chance de concorrer a prêmios sensacionais!

Coordenadoras

Aline Odara

Diretora Executiva

Aline Odara é Idealizadora e Diretora Executiva do Fundo Agbara, Cientista Social, Pedagoga, Mestranda em Educação pela UNICAMP, educadora, pagodeira e cozinheira. Ama dançar e batucar para elevar o espírito e acredita na força da coletividade para alcançar grandes transformações sociais.

Bruna Camargo

Assessora Executiva

Bruna é formada em Marketing pela Universidade Mackenzie e apaixonada por organização e projetos criativos. Também atua como Produtora de Projeto Culturais e é Gestora de Projetos no Margem Cultural.

Eliane Castro

Coordenadora de Projetos

Baiana do Recôncavo da Bahia, mãe de dois garotos, casada, educadora social, palestrante e trabalho como coordenadora de projetos sociais desde 2012.

Fabiana Aguiar

Diretora De Operações

Fabiana Aguiar, moradora de Campinas, Formada em Publicidade e Propaganda pela PUC – Campinas, MBA em Gestão de Negócios pela – USP/Esalq, educadora, empreendedora. Adora dançar, cozinhar, é amante das plantas e dos gatos e acredita na força do movimento em rede para potencializar mulheres negras e promover mudanças na sociedade.

Lara Martins

Assistente de Comunicação e Captação

Carioca, formada em Relações Internacionais e assistente de comunicação do Agbara. Apaixonada pela América Latina, por educação e por música. Desarrumando o arrumado até que o Sertão vire Mar.

Lara Martins

Assistente de Comunicação e Captação

Carioca, formada em Relações Internacionais e assistente de comunicação do Agbara. Apaixonada pela América Latina, por educação e por música. Desarrumando o arrumado até que o Sertão vire Mar.

Lara Martins 11

Assistente de Comunicação e Captação

Carioca, formada em Relações Internacionais e assistente de comunicação do Agbara. Apaixonada pela América Latina, por educação e por música. Desarrumando o arrumado até que o Sertão vire Mar.

Lara Martins 11

Assistente de Comunicação e Captação

Carioca, formada em Relações Internacionais e assistente de comunicação do Agbara. Apaixonada pela América Latina, por educação e por música. Desarrumando o arrumado até que o Sertão vire Mar.

Preta Rogéria

Analista de Captação e Relacionamento

Mulher Preta, Cis, Sapatão, Escritora, Cuidadora, Artista, Educadora Social, Conselheira, Produtora e Palestrante. Sou uma mulher fluida, potente e em constante metamorfose. Mãe de Gatos e Cachorros. Produtora de peças exclusivas da Arteleiria Preta.

Nossos Valores

O Fundo Agbara tem como valores centrais a equidade racial e o comprometimento com a luta antirracista, a coletividade, a solidariedade, transparência, valorização da cultura afrobrasileira e ameríndia e o compromisso com a educação e com a diversidade.

Por que realizar uma doação antirracista?

Ser uma pessoa doadora é firmar um compromisso real e efetivo com a luta antirracista!
Se você acredita na equidade racial e de gênero, se tem desejo de colaborar com a transformação da sociedade, a doação é uma das formas de sua contribuição para esta transformação.

Autoresponsabilidade é também Ação

Resultados de 2020

0
Mulheres Beneficiadas
0
Doadores Fixos
R$
0
Arrecadação
0
Cursos Oferecidos

Clients & Testimonials

Lucineide Clementino Sol
Grafismos Indígenas

Sou administradora da página grafismo indígena, que tem como objetivo divulgar a cultura do povo tradicional. O valor arrecadado será direcionado a arrumar o meu instrumento de trabalho, que é o notebook que parou de funcionar.

Cássia Helena
Acássia Modas e Acessórios

Com um celular, montei uma lojinha virtual onde anuncio pijamas e bolsas! Acrescento R$ 20 em cima dos produtos, pois, não tenho como ter um estoque. Assim vou ajudando em casa!

Fabiana Patrícia Cândida
Rapper e Cozinheira

Em junho, tive a idéia de oferecer salgados veganos e vegetarianos, e teve e está tendo uma boa aceitação.
O problema é que meu fogão de seis bocas, funcionam só três bocas, o forno também não funciona, o que me limita bastante pra poder vender outros produtos.

SEVEN

WP BAKERY DEMO

Recent Projects

From Our Blog